30/05/2017

Fiscalização do Coren-PE participou de ação conjunta do MPPE

Ação tem como objetivo fiscalizar o atendimento de pacientes nas emergências e urgências
B6C77E46-A656-433D-93B5-910ECC14EABAAtendendo ao pedido do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), o Conselho Regional de Enfermagem de Pernambuco (Coren-PE) participou, na manhã desta terça-feira (30), do início de um mutirão de fiscalização em hospitais particulares do Recife. A ação foi promovida pela Rede Consumidor Pernambuco, coordenada pelo Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça de Defesa do Consumidor (Caop Consumidor), formada pelo MPPE, Agência Pernambucana de Vigilância Sanitária (APEVISA), Procon Pernambuco e Procon Recife, com participação do Coren-PE, do Conselho de Medicina de Pernambuco (CREMEPE) e do Sindicato dos Médicos de Pernambuco (SIMEPE).
A Rede Consumidor-PE, que irá atuar em diversos setores, decidiu por priorizar a área da saúde, focando nas urgências e emergências, devido a grande quantidade de denúncias de consumidores que chegam ao MPPE. Os órgãos convocados para o mutirão se reuniram na sede do MPPE para alinhar a estratégia de ação e em seguida saíram em comboio. O primeiro alvo da ação foi a emergência e urgência do Hospital Hapvida Derby.
O Coren-PE atuou fiscalizando o corpo de enfermagem focando no quantitativo de pessoal, na presença de enfermeiro em todos os setores e turnos e os registros profissional de enfermagem. Para a coordenadora da fiscalização do Coren-PE, Dra. Fernanda Cerqueira, o convite do MPPE para integrar a ação conjunta chegou em boa hora, fortalecendo ainda mais o trabalho do Conselho. “Isto mostra que os outros órgãos reconhecem a importância da enfermagem dentro da equipe de saúde e também do Conselho. E através desta parceria com MPPE a gente cria mais força para lutar pela assistência de Enfermagem de qualidade”, disse.
De acordo com a promotora de Justiça Liliane Rocha , coordenadora do Caop Consumidor do MPPE, após serem feitas todas as fiscalizações, cada órgão envolvido na Rede irá encaminhar um relatório circunstanciado ao MPPE. “Após recebermos estes documentos nós nos reuniremos para discutir o resultado desta ação e convocaremos os hospitais para prestar esclarecimentos e cada órgão irá adotar as medidas necessárias dentro de suas atribuições”, explicou.  Ação conjunta irá ainda irá percorrer diversos hospitais particulares do Recife.

Fonte: Ascom Coren-PE